BIBLIOGRAFIA

Livros

ANDRADE, Carlos Drummond. Versiprosa. Crônica da vida cotidiana e de algumas miragens. Rio de Janeiro, José Olympio Editora, 1967.

ANDRADE, Carlos Drummond. Lição de Coisas. Rio de Janeiro, Editora José Olympio, março de 1962.

ANDRADE, Joaquim Pedro de. O Imponderável Bento Contra o Crioulo Voador. São Paulo, Editora Marco Zero, 1990.

BENTES, Ivana. Joaquim Pedro de Andrade. Rio de Janeiro, Editora Relume Dumará, 1996.

BERNADET, Jean-Claude e RAMOS, Alcides Freire. Cinema e História do Brasil. São Paulo, Editora Contexto, 1988.

BERNADET, Jean-Claude. Cinema Brasileiro: Propostas para uma história. São Paulo, Editora Paz e Terra, 2a edição, 1991.

GALANO, Ana Maria (Org). Casa-Grande, Senzala & Cia. Rio de Janeiro, Aeroplano Editora, 2001.

GRAÇA, Marcos da Silva. AMARAL, Sérgio Botelho do. GOULART, Sônia. Cinema Brasileiro: Três Olhares. Rio de Janeiro, Editora Eduff, 1997.

HOLANDA, Heloísa Buarque de. Macunaíma. Da literatura ao cinema. Rio de Janeiro, Livraria José Olympio Editora / Embrafilme, 1978.

JOHNSON, Randal. Literatura e Cinema. São Paulo, Editora. T.A. Queiroz, 1982.

JOHNSON, Randal. Cinema Novo x 5. Masters of Contemporary Brazilian Film. Austin, University of Texas Press, 1984.

MATTOS, Carlos Alberto de. Walter Lima Jr.: Viver Cinema. Rio de Janeiro, Editora Casa da Palavra, 2003.

PIGNATARI, Décio. Semiótica e Literatura. São Paulo, Editora Perspectiva, 1974.

RAMOS, Alcides Freire. Canibalismo dos Fracos - Cinema e História do Brasil. Bauru, Editora Edusc, 2002.

ROCHA, Glauber. Revolução do Cinema-Novo. Rio de Janeiro, Ed. Alhambra, 1981.

ROCHA, Glauber. "Garrincha e a verdade". In: Glauber Rocha – Revisão crítica do cinema brasileiro. São Paulo. Editora Cosac & Naify, 2003.

STAM, Robert. Reflexivity in Film and Literature from Don Quixote to Jean-Luc Goddard. Nova Iorque, Columbia University Press, 1992.

TREVISAN, Dalton. "Na pontinha da orelha" In: Continhos Galantes. Rio de Janeiro. L&PM Pocket, 2003.

VIANY, Alex. O Processo do Cinema-Novo. Rio de Janeiro, Ed. Aeroplano, 1999.


Teses

ARAÚJO, Luciana Correia de. Primeiros Tempos (tese de doutorado). São Paulo. USP, setembro de 1999.

CARVALHO, Ubirajara Calmon. O Cinema Novo no Brasil: Influxos e Características. (Influxos do Neo-realismo italiano no Cinema Novo Brasileiro). Escola de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo, 1973.

GUIMARÃES, Isaura Botelho. Do Erótico ao Riso. Rio de Janeiro. UFRJ, 1981.

JOHNSON, John Randal. Literatura e Cinema Novo. Macunaíma: Do modernismo na literatura ao Cinema Novo. (Tese publicada com tradução de Aparecida de Godoy Johnson. São Paulo, T. A. Queiroz Editor, 1982.)

MARTINS, Ana Lúcia. Representações de Pobreza Urbana no Cinema Novo brasileiro. UFRJ. Rio de Janeiro, 1999.


Referências audiovisuais

Entrevista a Sylvia Bahiense. Programa Luzes, Câmera nº 31 – São Paulo. TV Cultura, 8 de junho de 1976.

Mestre Joaquim, de Walter Lima Jr.

Joaquim Pedro. Doc, de Mário Carneiro e Antônio de Andrade

SRTV- CTAv


Arquivos iconográficos e audiovisuais:

Arquivo da família de Joaquim Pedro de Andrade
Ag. O Globo
Ag. Jornal do Brasil / JB on Line
Ag. Folha de São Paulo
Ag. O Estado de São Paulo
Cinemateca do Museu de Arte Moderna - RJ
Arquivo Fundação Bienal de SP - Arquivo Wanda Svevo
Arquivo Tempo Glauber
Censo Cinematográfico da Cinemateca Brasileira de São Paulo
Cinemateca Brasileira
Biblioteca da Universidade College London
CTAv - Funarte
Biblioteca da Funarte
TVE - Fundação Roquette Pinto
TV Globo - Cedoc
MIS - SP

Artigos de Jornais, revistas, depoimentos, entrevistas, textos de livros e catálogos.

"A censura proíbe a melancia". Orlando L. Fassoni. Folha de São Paulo, 31 de janeiro de 1979.

"A conspiração malograda". Fernando Ferreira. O Globo, 03 de maio de 1972.

"A manhã do poeta Manuel Bandeira - esboço de roteiro". Joaquim Pedro de Andrade. Rio de Janeiro, acervo da Filmes do Serro, sem data.

"A propósito de Garrincha, Alegria do Povo". Plínio Sussekind Rocha. Acervo Filmes do Serro, sem data.

"À sombra das chuteiras imortais". Nélson Rodrigues. O Globo, sem data.

"Ao amigo Joaquim com carinho". Rosa Nepomuceno. O Globo, 19 de setembro de 1988.

“Aspectos históricos do ‘Cinema Novo’ brasileiro e a criação de sua linguagem” in: Semiótica e Literatura. Décio Pignatari. São Paulo, Editora Perspectiva, 1974.

"Biobibliografia de Mário de Andrade". Álvaro Mendes, acervo da Filmes do Serro.

"Cannes: Joaquim causa furor com seu conto erótico". Leon Cakoff. Correio Braziliense, 22 de maio de 1979.

Carta de Glauber Rocha a Joaquim Pedro de Andrade. Sintra, Portugal, 7 de julho de 1981.

"Censurado aqui, convidado para festival em Nova Iorque". Jornal do Brasil, 25 de fevereiro de 1979.

Censo Cinematográfico Brasileiro. Cinemateca Brasileira.

"Cinema e literatura brasileira: O penúltimo debate”. Fragmento do debate promovido pelo Departamento de Corpo e Som do MAM, no ciclo de conferências sobre literatura brasileira. Rio de Janeiro, sem data.

Cinema Novo. Joaquim Pedro de Andrade. Acervo da Filmes do Serro, sem data.

"Cinema refaz folk Brasiliense". Maria do Rosário Caetano. Jornal de Brasília, 13 de maio de 1990.

“Como surgiu e se desenvolveu o roteiro” in: O Imponderável Bento Contra o Crioulo Voador. Joaquim Pedro de Andrade. São Paulo, Editora Marco Zero / Cinemateca Brasileira de são Paulo, 1990.

Conto sem título, escrito por Joaquim Pedro de Andrade. Acervo da Filmes do Serro, 1957.

Conto "Vereda tropical". Pedro Maia Soares. Publicado na Revista Status, 1976 e republicado na Revista Ácaro nº2, 2003.

"Couro de Gato repete o êxito de O Pagador”. Folha de São Paulo, sem data.

Críticas Nacionais: Ely Azeredo (Jornal do Brasil); Novais Teixeira (O Estado de São Paulo); Luiz Carlos Maciel (Última Hora); José Lino Grunewald (Correio da Manhã); Carlos Frederico (O Dia); Tati de Maraes (Última Hora); Alberto Silva (Jornal do Comércio); Alex Viany; Samuel Wainer; Carlos Lacerda; José Carlos de Oliveira. Press book do filme Macunaíma, Rio de Janeiro, 1969.

Críticas Internacionais: Fred Tutten (The New York Times); Jan Downson. (Sight and Sound); Claude Veillot (L’ Express); Gene Moskowitz (Variety); Aggeo Savioli (L’Unità); Pietro Biachi (Paese Sera). Press book do filme Macunaíma, Rio de Janeiro, 1969.

Depoimento de Alice de Andrade sobre o filme Ovídeo. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, junho de 2004.
Depoimento de Berê Bahia. Brasília, Via fax, acervo da Filmes do Serro, maio de 2004.

Depoimento de Eduardo Escorel. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, 2004.

Depoimento de José Carlos Avellar sobre o filme Linguagem da Persuasão. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, junho de 2004.

Depoimento de Jean-Claude Bernadet sobre o filme Brasília, Contradições de uma Cidade Nova. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, setembro de 2004.

Depoimento de Mário Carneiro sobre o filme Simão no Deserto. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, 2004.

Depoimento de Miguel Pereira sobre o programa Vocação Sacerdotal, Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, agosto de 2004.

Depoimento de Paulo César Saraceni. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, 2004.

Depoimento de Roberto Berliner. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, 2004.

Depoimento de Ronald F. Monteiro. Acervo da Filmes do Serro, sem data.

Depoimento de Sarah de Castro Barbosa sobre Joaquim Pedro. Via e-mail, acervo da Filmes do Serro, 2002.

"Diálogo de encontro". Poema de Joaquim Pedro de Andrade. Acervo da Filmes do Serro, 1957.

"Dois prefácios de Mário de Andrade", 1926/1928. Catálogo do filme Macunaíma, sem data

“Esnobe da riqueza?”. Gilberto Freire. O Cruzeiro, ano XXXII nº22, página 54, 12 de março de 1960.

Entrevista de Affonso Beato sobre a restauração do Macunaíma e sobre Joaquim Pedro de Andrade. São Paulo, 15 de outubro de 2003.

Entrevista de Jean-Claude Bernadet para o filme Território Crítico.

Entrevista de Joaquim Pedro de Andrade a Sylvia Bahiense. Programa Luzes, Câmera nº. 31 – TV Cultura, SP, 08 de junho de 1976.

"Erotismo ao jeito brasileiro, agora sem censura". Edmar Pereira. O Estado de São Paulo, 17 de março de 1980.

Film for RAI TV. Fabiano Canosa. Acervo da Filmes do Serro, sem data.
"Filme documentário". Manuel Bandeira. Jornal do Brasil, 15 de novembro de 1959.

"Garrincha, Alegria do Povo". Gilda Chataignier. Jornal do Brasil, 30 de junho de 1963.

"Garrincha decalcado?". David Neves. O Estado de São Paulo, 28 de novembro de 1964.

"Guerre Conjugale". Jean Baroncelli. Le Monde, 29 de junho de 1975.

"Imagens perseguidas". Carlos Drummond de Andrade. Correio da Manhã, 05 de junho de 1966. Carlos Drummond de Andrade © Graña Drummond.

"Imponderável leveza de ver". Sérgio Rezende. Jornal do Brasil, 05 de maio de 1990.

"Joaquim, o maior e os outros". Sylvie Pierre. Cahiers du Cinéma. Paris, maio de 1984.

"Joaquim Oswald Mário Pedro de Andrade Rocha". José Carlos Avellar. Jornal do Brasil, 05 de maio de 1982.

“Joaquim Pedro de Andrade: Primeiros Tempos”. Luciana Corrêa de Araújo. Publicado em Estudos de Cinema: Socine II e III. São Paulo, Annablume, 2000.

”Joaquim Pedro de Andrade – um exercício de estilo”. Carlos Lima. Publicado no site http://www.palavrarte.com/Artigos_Resenhas/
artigos_resenhas.htm , janeiro / fevereiro de 2000.

"Joaquim Pedro fala de Macunaíma". Joaquim Pedro de Andrade. Catálogo do filme Macunaíma, sem data.

"Joaquim Pedro mostra cinema brasileiro aos alemães". Miriam Alencar. Jornal do Brasil, 3 de setembro de 1967.

"Joaquim Pedro levou literatura às telas". Entrevista a Ute Hermanns. Folha de São Paulo, 21 de abril de 1990.

"Joaquim Pedro, suas raízes". Jornal do Brasil, 15 de março de 1972.

"Joaquim prefere não ver o prêmio a recebê-lo no INC". Jornal do Brasil, 17 de março de 1970.

"Liberada a nudez de Dina Sfat / A reestréia de Macunaíma, enfim sem cortes". Sem referência da publicação.

"Macunaíma dá Golfinho de Ouro a Joaquim Pedro e Moniz Viana ganha Estácio". Jornal do Brasil, 06 de janeiro de 1970.

"Macunaíma". Jean de Barroncelli. Le Monde, 24 de junho de 1970.

Macunaíma. Joaquim Pedro de Andrade. Arquivo Filmes do Serro, sem data.

"Macunaíma – O cinema do herói vital". Entrevista a Oswaldo Caldeira. O Cruzeiro, 21 de agosto de 1969.

"Manuel Bandeira cronista de cinema". Joaquim Pedro de Andrade. Correio da Manhã, 17 de novembro de 1956.

"Manuscrito de Gilberto Freire". Gilberto Freire. Apipucos, acervo da Filmes do Serro, sem data.

"O brasileiro devorado pelo Brasil" in: Cinemais nº 3. Ronald F. Monteiro. Rio de Janeiro, janeiro/fevereiro, 1997.

O Cinema de JPA – Depoimento Especial - Retrospectiva de Joaquim Pedro de Andrade organizada pelo Cineclube Macunaíma. Rio de Janeiro, 1976.

O Cinema de JPA – "Há tanta coisa de brasileiro nele!". Napoleão Moniz Freire - retrospectiva de Joaquim Pedro de Andrade organizada pelo Cineclube Macunaíma. 1976.

O Cinema de JPA – "O cotidiano de classe média, num filme perfeito". Luciano Ramos - retrospectiva de Joaquim Pedro de Andrade organizada pelo Cineclube Macunaíma, 1976.

O Cinema de JPA – "Um ancoramento seguro na realidade". Tom Figueiredo - retrospectiva de Joaquim Pedro de Andrade organizada pelo Cineclube Macunaíma. 1976.

"O diretor descreve o filme". Joaquim Pedro de Andrade. Catálogo do filme Guerra Conjugal, 1975.

"O diretor fala do roteiro". Joaquim Pedro de Andrade. Catálogo do filme Guerra Conjugal, 1975.

"O filme, as garotas". Carlos Drummond de Andrade. Jornal do Brasil, 13 de novembro de 1969. Carlos Drummond de Andrade © Graña Drummond.

"O filme em questão". Alberto Shatovsky, Miriam Alencar, Ronald F. Monteiro, Alex Vianny, Ely Azeredo, Valério Andrade, José Carlos Avellar. Jornal do Brasil, 07 de novembro de 1969.

"O filme visto por Joaquim e por Dalton". Dalton Trevisan. O Globo, 24 de março de 1975.

"O Imponderável Bento é uma obra-prima". Lúcia Nagib. Folha de São Paulo, 21 de abril de 1990.

"O matriarcado antropofágico". Joaquim Pedro de Andrade. Folha de São Paulo, 06 de março de 1982.

"O Padre e a Moça". Rogério Sganzerla. São Paulo. Artes, março / abril de 1966.

"O poeta filmado". Joaquim Pedro de Andrade. Suplemento Literário do Diário de Notícias, 17 de março de 1966.

"O rigor e o risco". Mário Carneiro, depoimento a Cláudio Bojunga. Jornal do Brasil, 18 de setembro de 1988.

"O sol cru de Joaquim Pedro". Renato Lemos. Jornal do Brasil, 27 de fevereiro de 2000.

"O som e a fúria". José Carlos Avellar. Jornal do Brasil, 06 de maio de 1974.

"O último projeto do cineasta". Carlos Sussekind, Jornal do Brasil, 18 de setembro de 1988.

"Os Inconfidentes". José Carlos Avellar. Jornal do Brasil, 15 de abril de 1972.

Poema "Diálogo de encontro". Joaquim Pedro de Andrade. Acervo da Filmes do Serro, 1957.

Poema sem título, escrito por Joaquim Pedro de Andrade. Acervo da Filmes do Serro, 29 de setembro de 1956.

"Pourquoi filmez-vous?".Número hors série de Libération. Paris, maio de 1987.

"Problemática brasileira dos filmes curtos". Joaquim Pedro de Andrade. Jornal do Brasil, 14 de maio de 1960.

"Rencontre avec Joaquim Pedro de Andrade". Oto Araújo Vale. Braise, Paris, janeiro/março 1985.

"Só me interessa o Brasil". Tereza Cristina Rodrigues. O Globo, 12 de setembro de 1988.

Sinopse do filme O Homem do Pau Brasil. Joaquim Pedro de Andrade. Catálogo do filme O Homem do Pau Brasil, acervo da Filmes do Serro, sem data.

Sinopse do filme Vereda Tropical. Joaquim Pedro de Andrade. Arquivo da Filmes do Serro, sem data.

"Super-homem ou marginal?". Revista Visão, 08 de maio de 1972.

"Um exemplo de adaptação cinematográfica". Catálogo do filme Macunaíma, sem data.

"Vamos rever agora cinco bons filmes em companhia de seu diretor". Entrevista a Cláudio Bojunga. O Estado de São Paulo, 22 de novembro de 1973.

"Veneza: Macunaíma é o Brasil senhor do festival / A conquista de um brasileiro nas luzes do Lido". Guylaine Guidez, France Presse, publicado no jornal Última Hora, Rio de Janeiro, sem data.

"Viva Joaquim". Eduardo Escorel. Catálogo da Mostra Joaquim Pedro de Andrade. Rio de Janeiro, Centro Cultural Banco do Brasil, 1994.





FILMES DO SERRO | Portfolio | Links | Contato
JOAQUIM PEDRO DE ANDRADE | Biografia | Filmografia | Entrevistas | Bibliografia
« volta

2004 © Filmes do Serro

» créditos